CANHOTA 10

Carta aberta (e comentada) de Damião Garcia

Na última sexta-feira (12/11), o Noroeste divulgou carta do presidente Damião Garcia convocando forças de Bauru e região em prol do Noroeste. Além de prestar esse serviço – fazer o conteúdo chegar ao torcedor, maior patrimônio do clube – aproveito para comentar esse conte’udo, ao final da longa carta de seo Damião. O texto está reproduzido na íntegra, sem nenhuma edição – nem os erros foram corrigidos, apesar de os dedos deste jornalista terem coçado. (Atualizado em 15/11/2010: a assessoria de imprensa do Noroeste entrou em contato com o Canhota 10 e disponibilizou o conteúdo integral da carta, que não constava anteriormente no release). Confira:

Carta do Presidente Damião Garcia
As forças de Bauru e região, em prol do Esporte Clube Noroeste

O Esporte Clube Noroeste, busca a retomada de sua identidade junto a população bauruense, que conforme estudos, perdeu-se em sua maioria, no fim dos anos 80 até 2002, período que a agremiação passou por muitas dificuldades internamente chegando quase a sua desfiliação na Federação Paulista de Futebol, fato que se ocorresse, hoje não estaríamos comemorando nosso centenário. No mesmo espaço de tempo, a cidade de Bauru, passou por um período de baixa estima com extremados fatos políticos  administrativos. Todo esse clima, de negativismo na época, contribuiu para que o Noroeste perdesse uma geração de torcedores e esses o trem da nossa história.

O clube atualmente com a casa em ordem, tem uma missão vital para sua sobrevivência no próximo centenário, resgatar esse elo perdido no tempo, almejando estimular o patriotismo dos nossos cidadãos com o Noroeste, sentimento esse que em nossa opinião começa na família, passando pela comunidade na preservação das tradições dessa população, preocupação que deve ser prioritária em nosso novo objetivo, conquistando fiéis colaboradores com uma maturidade passional que exceda os resultados do esporte em campo. A campanha “Primeira Pele”, vem para sedimentar o orgulho de ter reconhecimento pela Cidade de Bauru e também de ser um torcedor do Noroeste, o maior divulgador do  coração de São Paulo,  em espaços ocupados na mídia, nacional e internacional, segundo o instituto de pesquisas Informídia / IBOPE, sentimento que pela lógica natural deveríamos cultivar pelo que é nosso em primeiro lugar, a exemplo de nossos antepassados, que não mediam esforços para tal e também dos torcedores das equipes metropolitanas que orgulham-se de sua primeira pele. Não tem sentido vivermos em Bauru, invertendo nossos valores, colocando times que no passado eram a “Segunda Pele” da população a frente do nosso Noroeste, abrindo mão de nossas tradições por modismos, em um modelo de consumo predador. Vamos eleger uma opção de originalidade e orgulho próprio !

Quantas importantes cidades do estado de São Paulo com seus mais de 500 municípios não queriam estar no lugar de Bauru, uma das 8 (oito) cidades do interior, apenas, que participam do campeonato paulista da primeira divisão, elite do futebol nacional?

O futebol é o esporte mais popular como sabemos e como já diziam renomados cronistas, cada brasileiro se acha um técnico em potencial no assunto, fato gerador de polemicas emocionais dessa atividade. Vivenciamos esse ambiente de paixão e tristeza, conquistas e ruínas, assim elegemos esse  um momento para reflexão onde pessimistas e otimistas possam se unir para a preservação do nosso representante maior, o Esporte Clube Noroeste de Bauru, um patrimônio histórico da cidade e região, assumindo essa “Primeira Pele” de fato, acima de qualquer divergência, somando e não dividindo esforços. Não podemos renegar nosso habitat, isso seria um péssimo legado que deixaríamos para as nossas próximas gerações.

O clube a partir desse momento buscará crianças e jovens das escolas públicas municipais e estaduais de 7 a 17 anos cerca de 50.000 alunos, para contar sua história centenária, um rico acervo cultural, abrindo o clube para uma grande degustação a esse grupo inicialmente e assim promovermos o Noroeste como “Primeira Pele” desses pequenos cidadãos. Pretendemos levar o clube para dentro dessas escolas, orientados por seus educadores, promovendo o ambiente de paz do esporte, com palestras temáticas e ações sociais em conjunto com a comunidade. Premiaremos trabalhos escolares com o tema Noroeste em primeiro lugar e levaremos esses estudantes, novos espectadores, para dentro do clube onde conhecerão em excursões subsidiadas por empresas parceiras e pelo clube, toda a infra estrutura do Complexo Esportivo Damião Garcia e ainda esses assistirão jogos do Noroeste com acesso subsidiados por nós e por empresas “Primeira Pele” nas próximas temporadas. Para os demais públicos, “Primeira Pele”, o Noroeste também terá novidades a partir dessa nova fase do Campeonato Paulista 2011.

Estamos nos adaptando a partir de agora, ao novo estatuto do torcedor, com muitas modificações que acontecerão no nosso ambiente de futebol, para preservação da segurança e maior conforto aos torcedores, seus familiares e demais freqüentadores, esse grande avanço também significa  custos mais elevados para o Noroeste e demais agremiações, nesse sentido houve uma recuperação dos preços dos ingressos e demais produtos, que se faz necessário a partir de agora, com a nova realidade, por isso a elevação do valor mínimo de ingressos pela Federação Paulista de Futebol, que por si só não atende a estrutura de custos dos clubes, principalmente os do interior com menor público. Nesse sentido o Esporte Clube Noroeste está fazendo seu dever de casa para equilibrar as contas para manter equipes competitivas e se adaptar a nova era, nesse ato também estamos lançando os novos preços do Noroeste que contemplam a nova realidade. Recuperamos alguns valores conforme já dissemos, conforme as demandas, mas o conceito é a vantagem maior aos “Primeira Pele” sempre! Aqueles que colaboram com o clube, independentemente dos resultados em campo, se antecipando as compras de ingressos das temporadas e adquirindo produtos e serviços também antecipados e por mais tempo.

Promoções casadas sempre privilegiando os fiéis colaboradores, pessoas físicas e jurídicas, “Primeira Pele”, nesse sentido logicamente continuaremos com o programa já existente de fidelidade onde os colaboradores assíduos do Noroeste serão beneficiados sempre em suas renovações com os produtos e serviços oferecidos pelo clube.

Aqueles que estão chegando, ganharão o mesmo direito em breve, tornando-se também fiéis colaboradores “Primeira Pele” no programa de fidelidade.
No acesso ao clube em dia de jogos, os “Primeira Pele” também terão maior atenção e conforto com novas ações promocionais do clube.

As Camisas Oficiais dos “Primeira Pele” nesse período também terão maior valor agregado dando vantagens a seus adquirentes. O clube respeitará também a “segunda pele” dos nossos torcedores de Primeira Pele, assim deveremos lançar também num segundo momento, novidades para esse público que quer contemplar o Noroeste em primeiro lugar e sua segunda opção com produtos, agregados.

Desde já contamos com os Noroestinos de “Primeira Pele” a se engajarem nessa campanha com o Noroeste, convidando novos adeptos ao projeto.Como já vem ocorrendo nos últimos anos, o clube também incentivará a torcida organizada Sangue Rubro, a muito Fiel Colaboradora do Noroeste, para que seja a grande motivadora das equipes Noroeste, incondicionalmente, com ingressos e viagens subsidiados para os jogos das equipes.

O Noroeste para humanizar ainda mais seu relacionamento está contratando os serviços de uma empresa especializada em marketing de relacionamento, essa estará interagindo com os torcedores e incentivando a filosofia do Primeira Pele, fiel colaborador.  Cadastraremos além desses, também os demais torcedores e premiaremos por freqüência nos jogos através dessa empresa.

Àqueles que se comprometem a colaborar com essa campanha, a favor da cidade de Bauru, preservando o  Esporte Clube Noroeste, como um “PRIMEIRA PELE”, fiel colaborador, gentileza assinar abaixo essa que ficara registrada  no acervo cultural da nossa  agremiação e desde já tem meu agradecimento e reconhecimento de sua gentileza.

No NOROESTE na minha gestão, os “sem compromissos” serão simplesmente denominados “Segunda Pele”, com todo o respeito!

ATENCIOSAMENTE
DAMIÃO GARCIA
NOVEMBRO DE 2010

Opinião do Canhota 10: o presidente conclama otimistas e pessimistas, apoiadores e opositores, todos em prol do Noroeste, para deixar diferenças de lado e aliar-se ao clube. “Somando e não dividindo esforços”, reforça. Para isso, o clube tem que estar de portas abertas e evitar constragimentos como o caso Mariflex.

O mais importante a destacar da carta é o reconhecimento de que o torcedor é o maior divulgador do clube. E espero que, desta vez, o projeto de levar crianças ao clube dê certo. O ensaio, na Copa Paulista, não funcionou. Mas o clube deve ir até as escolas, e não esperar que elas batam à porta. A iniciativa de promover concursos culturais, premiar trabalhos, tudo isso pode mesmo ajudar a criar uma identidade. Mas que não caia na ingenuidade de uma adesnao maciça. A molecada, hoje, está ligada em outros ídolos, em outros segmentos…

O trecho “conquistar atuais e novos fiéis colaboradores com maturidade passional que exceda os resultados do esporte em campo” pode ser traduzido desta forma: empresas que apoiem o Noroeste na alegria e na tristeza; não apareçam somente na hora do filé, o Paulistão. Isto é, o clube já está de olho no segundo semestre, na Série D.

O projeto Primeira Pele parece ambicioso, tamanha a falta de identidade entre Noroeste e Bauru, hoje. Já é louvável que a diretoria tenha, finalmente, prestado atenção nessa ferida. Se vai dar certo… O marketing do clube, que tanto patinou nos últimos anos, tem mais esse desafio.

Sobre os valores dos ingressos, se a medida não é das mais populares, pelo menos o clube não se esquivou em palavras vagas. Reconhece, sim, ter estipulado preço superior ao mínimo da Federação, para abater custos das reformas no Alfredão. Mas é importante destacar o fato de o clube ter atenuado o preço do ingresso para associados da torcida Sangue Rubro, que está ao lado do clube há 24 anos e tem muitos quilômetros acumulados apoiando seus jogadores***. E aí está uma mão estendida, pois na organizada, hoje, há bastante oposição à administração Damião Garcia. Afinal, o Noroeste não é de Damião, nem da Sangue. Ele é de Bauru, de todos.

*** O trecho acima, em destaque, se fez necessário acrescentar para deixar claro que o Canhota 10 louva a atitude do Noroeste em apoiar a Sangue – antes, uma leitura equivocada poderia dar a entender o contrário. Obrigado ao Pavanello pelo comentário.

Imagem na homepage: arte sobre foto (Damião) de Erlinton Goulart/Evegntos Assessoria

Comentários

  1. Nilton Santos disse:

    Toda aproximação é valida pois nosso torcedor sempre é tratado como um qualquer.Somos a resistencia a tudo que já aconteceu de ruim com o ECN.Com presença nos piores momentos temos a força nas arquibancadas e fora dela.Estamos sempre de olhos bem abertos e dessa vez estaremos da mesma forma.Existe não só na Sangue um forte oposição a essa administração principalmente a esse mkt inexistente a anos no ECN.Gosto de colaborar mas é preciso muita mudança…quem sabe esse não o primeiro passo.

  2. AO AMIGO CANHOTA, NOSSO ABRAÇO, SOBRE O CONTEUDO DA CARTA ABERTA, EM QUE FOMOS CITADOS QUE HAVERÁ UMA CERTA COLABORAÇÃO, QUEREMOS DIZER A TODOS, QUE ESTE TIPO DE TRATAMENTO É UM RECONHECIMENTO A NOS PELOS 24ANOS ININTERRUPTOS DEDICADOS AO NORUSCA, E NÃO É DE HOJE QUE TEMOS ESTA PEQUENA COLABORAÇÃO, JÁ EXISTE COMO SE FOSSE UM DIREITO ADQUIRIDO, ESTES ANOS TODOS DE LUTA, DEIXAMOS NOSSASA FAMILIAS, VIDA SOCIAL, MUITOS PREJUIZOS PESSOAIS, COISAS IRRECUPERAVEIS E ETC, ENFIM, SE HOUVER ALGUMA RECLAMAÇÃO OU CONTESTAÇÃO PODEM FAZER, MAS UMA COISA NOS PODEMOS DIZER, FAÇAM O QUE NOS FAZEMOS AHI VOCES PODEM RECLAMAR COM TODO O DIREITO.

  3. Nelson Brandino disse:

    Eu não entendo porque somente agora o sr Damião vem com esta carta, acho que isto deveria ter sido feito logo quando ele assumiu o clube, não depois com sua posição de superioridade em relação aos empresários de Bauru,agora quer mudar o quadro! Eu continuo com minha posição ele assumiu o clube na sua totalidade como ele mesmo sempre diz, que põe dinheiro e não precisa dar satisfação a ninguem, então que continue e faça bem feito, porque continuaremos cobrar como torcedor que sempre fomos, esta historia de ajudar a torcida organizada mais parece querer calar a mesma,Renato e Pavanello cuidado com esta gente.