CANHOTA 10

Apesar de goleado pelo Penapolense, Noroeste segue vivo

O Noroeste passou quase toda a primeira fase com a ‘síndrome do segundo tempo’, quando caía de produção. Nos dois primeiros jogos da segunda fase da Série A-2, o inverso: passou a jogar melhor na etapa final, o que garantiu os quatro pontos até chegar em Penápolis e, novamente, desacelerar nos 45 minutos finais.

Não estive presencialmente em Penápolis, mas não é incomum o time da casa se impor, fazer uma fumaça com Luciano Gigante e Fio, aguentar o calor da manhã de domingo. A verdade é que não vencer o Penapolense é hábito noroestino – que precisa ser quebrado no próximo sábado!!!

Na minha coluna desta segunda no jornal BOM DIA, faço uma conta simples: se o Noroeste vencer Penapolense e Red Bull em casa e o time de Penápolis bater o São Bernardo na penúltima rodada, sobem antecipadamente para a elite. É uma esperança, mas também algo bem possível de acontecer. Desde que o Alvirrubro se imponha no Alfredão.

O Noroeste perdeu para o Penapolense jogando com Nicolas; Bira (Boka), Oliveira, Thiago Jr. e Marcelinho (Mizael); Betinho, França, Juninho e Leandro Oliveira (Diego); Romário e Nena.

A foto acima é uma homenagem aos cerca de 300 noroestinos que foram apoiar o Norusca, tirada por Fayola Alexandre.

Comentários

  1. Kelly disse:

    Estava junto com esses quase 300 torcedores, e olha foi difícil, não só o resultado atípico, mas la na cidade chamada “Princesa da Cidadania”, não tinha água para vender pra nós torcedores do Norusca. Apesar dos apesares, foi bom, e agora é resolver em casa. Eu acredito.