CANHOTA 10

O que o Noroeste precisa fazer no segundo turno da Copinha

Velicka contra o América, no primeiro turno: time só fez cinco gols até aqui… Foto: Juliana Lobato/Agência Bom Dia

Como já foi dito na coluna da semana, o Noroeste está com a classificação para a segunda fase da Copa Paulista em risco. Com dez pontos, está no limite do G-4 do grupo 1, a cinco da líder Ferroviária e a apenas dois do quarto e quinto colocados (Barretos e Marília, exatamente os próximos adversários, no Alfredão). A caminhada desse restante de segundo turno (cinco jogos a disputar), teoricamente, não é difícil, mas pode virar um pesadelo.

Imagine se o Norusca empata com o Barretos – nada anormal, pois o time ainda não venceu em casa – e o Marília, mesmo como visitante, vence a lanterna Santacruzense? Terminaria a nona rodada em quinto… Na décima rodada, clássico contra o MAC e o Barretos, em fase de reabilitação, recebe o Penapolense. Dois jogos imprevisíveis. Enquanto isso, os times da ponta (Ferroviária e América) podem se distanciar. Aí, será um Deus nos acuda, dois jogos fora: América (reforçado pelo desmanche do Mirassol, que disputava a Série D) e Penapolense (todo noroestino sabe o tamanho do tabu e que a maioria das visitas lá resulta em chocolate).

Portanto, está muito clara a tarefa do Alvirrubro: a obrigação de vencer os dois próximos jogos em casa e, claro, o último do returno, contra a Santacruzense. Só isso trará tranquilidade para perder pontos em Rio Preto e Penápolis – qualquer empate será bem-vindo.

Com 47% de aproveitamento, o time tem curiosamente o pior ataque e a melhor defesa do grupo 1. Fazendo uma projeção otimista: três vitórias em casa (Barretos, Marília e Santacruzense) e um empate (América) e uma derrota (Penapolense). Assim, o Norusca terminaria a primeira fase com 20 pontos, com um aproveitamento de 55%, que teoricamente garante a classificação. Na rodada em que folga (13ª), os confrontos diretos (América x Ferroviária, Marília x Barretos) ajudarão a definir a luta por classificação na jornada final.

Todo esse sufoco de fazer contas é resultado da má campanha no primeiro turno, dos desastrosos empates jogando em Bauru.

Nesta terça, pensando em manter os reservas focados, o Norusca faz jogo-treino contra o Flamengo de Pirajuí, no Alfredão.