CANHOTA 10

Timão bate Flu e alcança “liderança”

Quem foi ver Deco e Conca, até presenciou tabelas da dupla no início da partida. Mas quem brilhou foi a dupla Elias e Jucilei. Imprimiram velocidade ao jogo, fizeram tabelas em passes longos – enquanto os dois do Flu insistiam em jogar próximos -, e dessa forma abriram o placar, quando o camisa 7 alvinegro encontrou o “Monstro” (elogio de Mano Menezes ao volante) na marca do pênalti. Domínio com categoria e bola na rede.

Enquanto isso, Deco e Conca pouco acionavam os alas, com liberdade para apoiar por causa dos três zagueiros. Washington, isolado lá na frente, ficou impedido algumas vezes. E os times foram para o intervalo após uma primeira etapa amarrada.

Na volta, o Timão, que atuou com a marcação adiantada no primeiro tempo, resolveu recuar um pouco mais. O Flu, então, foi buscar o empate e se expôs ao contra-ataque. Dessa forma, veio o segundo gol, quando uma jogada de velocidade foi completada por Iarley, após cruzamento de Alessandro.

Washington se tornou o artilheiro isolado do Brasileirão ao marcar o gol do Flu, mas a reação tricolor não avançou. O time carioca tem dois bons laterais-esquerdos, mas nenhum deles vive bom momento. Aliás, os comandados de Muricy baixaram a bola nos últimos jogos e aquele cheiro de título deu uma rareada.

Já o Corinthians pode comemorar o fato de não depender de Ronaldo para buscar o título nacional no ano do Centenário. Afinal, já está se virando sem ele desde o início do ano, verdade seja dita.