CANHOTA 10

Eu, corredor (2)

Em dezembro último postei aqui no Canhota 10 minha primeira experiência como corredor amador – na verdade a segunda, mas a primeira foi sem preparo, um desastre. Uma prova de 5km, depois de dois meses de condicionamento físico. Corri na boa, sem forçar, num ritmo de “trote constante” e tempo alto, na casa dos 37min. De lá pra cá, as festas de fim de ano e a correria do trabalho teimaram em afastar meu foco – e conseguiram em muitas ocasiões, quebrando minha evolução física.

Mas haverá tantos recomeços quantos forem necessários. E depois de um fevereiro quase parado, recomecei a academia em março. Deixei o condicionamento na clínica e fui para a academia convencional. Para minha alegria, o treino passa longe de apenas puxar ferro. Vinícius, o educador físico, elaborou uma planilha dentro de meus planos (condicionar, correr, secar a barriga, nessa ordem de prioridade) e com muita atividade aeróbica. Mesmo no dia mais puxado de musculação, tenho que fazer o elíptico entre uma série a outra – e o legal é que esse aparelho simula o movimento de corrida. Quatro vezes na semana: dois de musculação, um de circuito aeróbico e um só de corrida na esteira. Tudo isso para chegar melhor preparado na próxima corrida e baixar o tempo alto da estreia.

Há corrida no dia 21 de abril (Tiradentes, organizada pelo Cabo Alcides, ainda sem detalhes divulgados) e no dia 6 de maio tem a primeira das quatro etapas da ECO RUNNER, uma iniciativa bacana que já é cativa no calendário de corridas de Bauru. Abaixo, o cartaz de divulgação (prova organizada pela Life Esporte – basta clicar na imagem para ir ao site).

Comentários

  1. Gustavo Longo disse:

    Opa, acho que vou entrar nessas corridas também! Preciso me condicionar, se preparar e secar a barriga, tudo nesta ordem tb! hehehehe