CANHOTA 10

Balanço da 24ª rodada: o que há com o Galo?

Acabou o trabalho de Vanderlei Luxemburgo à frente do Atlético Mineiro. O treinador multicampeão foi demitido ali mesmo no vestiário, após o desconcertante 5 a 0 aplicado pelo Fluminense. De semblante tranquilo, Luxa disse entender, vai torcer pela salvação do Galo e admitiu que irá se reciclar, rever seus conceitos – ao mesmo tempo em que negou estar ultrapassado, com faz coro boa parte da crônica. Intimamente, deve estar vivendo um misto de alívio e frustração.

Dorival Junior, nem tão dentro do São Paulo assim, surge como nome, claro. Mas a rádio Itatiaia pescou nos bastidores o desejo do presidente Kalil de contratar Dunga. Talvez 0 comando truculento do ex-técnico da Seleção funcione nesse momento de desespero. Se assumir o desafio e falhar, Dunga somará dois fracassos em 2010 e deixará sua carreira ainda mais arranhada. Ao contrário, ressuscitar o Galo reabrirá portas. Aguardemos.

Assisti ao jogo. O Flu passeou. Carlinhos jogou seu futebol de promessa que raramente aparece. Fez dois belos gols. Quem atribuiu à chegada de Deco o mau momento do Tricolor em rodadas anteriores, deve ter mudado de ideia, tamanha a lucidez do camisa 20 em campo. Já o Atlético é um time sem identidade e, pior, desanimado. Não ver Fábio Costa esbravejar com os colegas é preocupante…

Entre os destaques da rodada, a boa vitória do líder Corinthians deu cara de campeão ao time. Sorte, frieza na cara do gol, raça, ótima troca de passes. Ingredientes de favorito que o Flu já mostrou e vem recuperando. Junta-se a eles o Cruzeiro e, a essa altura, já dá pra imaginar que a taça ficará entre esses três.

Por falar em três, que remendo mal feito o da Conmebol… Decidir no meio da temporada, numa canetada, que o campeão da Libertadores tira vaga do respectivo país por causa da Sul-Americana! O torneio, que já era malvisto, ganhará mais antipatia… Afinal, o Botafogo merece mais a vaga do que os quatro brasileiros que seguem na competição continental do segundo semestre. Um vaga na Pré-Libertadores já estaria de bom tamanho… Tudo culpa do chororô de quem não via importância nela. Ora, taça e dinheiro no bolso não fazem mal a ninguém!