CANHOTA 10

A primeira convocação de Mano decifrada

Comecemos pelo fim: encerrada a entrevista coletiva de apresentação do novo treinador da Seleção Brasileira, Mano Menezes, seguida de sua primeira convocação, o assessor de comunicação da CBF, Rodrigo Paiva, chutou o balde. Fez piada com o clima ameno do evento, em clara referência a seu desafeto, Dunga, que diminuiu seus poderes com vetos a entrevistas e rispidez com os jornalistas, quando era o técnico. Agora, o esquema é outro. O diplomático Mano esbanjou simpatia ao mesmo tempo em que não foi econômico em suas respostas. Falou até demais, citando o “futebol feio” de 1994 e a linha de três zagueiros em 2002 antes de avisar que deverá usar o esquema 4-2-3-1 e, na medida do possível, jogar bonito.

A frase principal do novo treinador na extensa coletiva, entretanto, foi “A fila anda”, que tem inúmeros significados. E anda mesmo: dos 24 convocados (um deles, Hernanes ou Sandro, será cortado, dependendo de quem se classificar para a final da Libertadores), somente quatro foram à África do Sul. Chamou sete atletas com idade olímpica e outros tantos que terão menos de 30 anos em 2014. Renovação imediata, mas, nem de longe, um time definitivo. Julio Cesar, Maicon, Kaká e Nilmar ainda merecem vestir a Amarelinha.

Mano ainda teve a boa sacada de convocar jogadores com chances de atuarem por outros países: Ederson (França), Rafael e David Luiz (esses dois já bastante cogitados para defender Portugal). Chega de papo e vamos à lista, com perfil e comentários.

VICTOR (Grêmio)
goleiro • 27 anos • 1,93m • 84kg
Campeão da Copa das Confederações, ficou fora da lista de Dunga para o Mundial por causa de uma dívida de gratidão do treinador com Doni. É considerado (e premiado) há duas temporadas o melhor goleiro em atividade no Brasil.

JEFFERSON (Botafogo)
goleiro • 27 anos • 1,88m • 80kg
Campeão mundial sub-20 e vencedor do Troféu Armando Nogueira (prêmio do GloboEsporte.com) de melhor goleiro do Brasileirão 2009, ainda oscila momentos brilhantes com falhas típicas da sina botafoguense debaixo das traves. Havia opções melhores, como Fábio.

RENAN (Avaí)
goleiro • 19 anos • 1,92m • 83kg
Começou o ano como terceiro goleiro, ganhou espaço no Estadual e, com a chegada de Antônio Lopes, tomou a posição de titular de Zé Carlos. Está invicto jogando como profissional. Grande surpresa da lista, é uma aposta olímpica.

DANIEL ALVES (Barcelona-ESP)
lateral-direito • 27 anos •1,73m • 64kg
Terminou a Copa como titular, mas jogando na meia, e ficou devendo. Terá 31 anos em 2014, mas tem bom preparo físico, a exemplo de Maicon (terá quase 33). Melhor jogar na lateral mesmo. Merece crédito.

RAFAEL (Manchester United-ING)
lateral-direito • 20 anos • 1,73m • 67kg
Garoto prodígio de Xerém ao lado de seu irmão gêmeo Fábio (lateral-esquerdo que também joga no Manchester), ganhou espaço rapidamente no time inglês, mas foi bastante criticado na eliminação do time na última Champions. Joga do jeito que Mano quer – lateral na linha de quatro.

THIAGO SILVA* (Milan-ITA)
zagueiro • 25 anos • 1,83m • 79kg
Com moral no Milan e já sondado por Real Madrid e Barcelona, não tem o apelido de Monstro à toa. É vigoroso, tem chute potente, cabeceia bem. Foi um dos principais jogadores do Flu na Libertadores 2008. Chegou a vez dele.

DAVID LUIZ* (Benfica-POR)
zagueiro • 23 anos • 1,88m • 84kg

Atual campeão português e ídolo dos Encarnados, é assediado no mercado europeu – o Benfica não vende por menos de 50 milhões de euros! Canhoto, também atua na lateral. Sua atuação pelo Brasil é uma das mais esperadas.

RÉVER (Atlético Mineiro)
zagueiro • 25 anos • 1,92 • 84kg
Ainda nem estreou com a camisa do Galo, mas Mano conhece bem seu estilo de jogo, de muita presença dentro da área, na defesa e no ataque. Não se adaptou ao futebol alemão, ficando menos de seis meses no Wolfsburg. Incógnita.

HENRIQUE (Racing Santander-ESP)
zagueiro • 23 anos • 1,87m • 89kg
Quarto-zagueiro que fez excelente Paulistão em 2008 pelo Palmeiras. Ainda não teve oportunidade no Barcelona, que renovou seu empréstimo com o Racing, pelo qual atuou 22 vezes na última temporada. Bom nome.

MARCELO* (Real Madrid-ESP)
lateral-esquerdo • 22 anos • 1,71m • 73kg
Melhor jogador do Brasil na Olimpíada de Pequim, paira a dúvida sobre não ter continuado no grupo de Dunga. Fator extracampo? Treinador novo, vida nova, e ele é o melhor nome para a posição.

ANDRÉ SANTOS (Fenerbahçe)
lateral-esquerdo • 27 anos • 1,80m • 82kg
Campeão da Copa das Confederações como titular, além de não ter sido brilhante, perdeu espaço por escândalos fora do gramado. Mas Mano o conhece bem e saberá extrair seu melhor. Entretanto, não deverá durar até a lista de 2014.

SANDRO (Internacional)
volante • 21 anos • 1,87m • 75kg
Integrante da lista de espera de Dunga para a Copa, deverá ter muitas chances com o novo treinador, que afirmou na coletiva gosta de volantes habilidosos. Bom marcador, chega à frente com qualidade. Nome fortíssimo para a próxima Copa.

LUCAS (Liverpool-ING)
volante • 23 anos • 1,79m • 73kg
Atleta de confiança de Mano, desde os cascudos tempos do Grêmio na Série B. É o menos habilidoso dos volantes convocados, mas nem por isso maltrata a bola. Forte na marcação, a experiência no futebol europeu pesa a seu favor.

HERNANES (São Paulo)
volante • 24 anos • 1,80m • 76kg
Há algum tempo um dos melhores meio-campistas do Brasil, tem bola para ser titular – como volante mesmo, onde sempre rendeu mais e como Mano o definiu na convocação. Há expectativa de deixar o São Paulo ainda nesta janela.

JUCILEI (Corinthians)
volante • 22 anos • 1,85m • 76kg
Estava na lista de selecionáveis do Timão apontada pelo Canhota 10, ao lado de Elias (o jornalista Vitor Birner revelou em seu site que o treinador não se dá bem com ele – por isso a ausência?) e Dentinho. Mas com a ressalva “ainda não”…

RAMIRES* (Benfica)
meia • 23 anos • 1,80m • 73kg
Único da lista em que Mano leu duas posições: “meia, volante”. Gostaria de vê-lo ao lado de Hernanes como volante. É possível, mas também pode ser o homem pelo lado direito no “3” do 4-2-3-1. O certo é que tem que ser titular.

GANSO* (Santos)
meia • 20 anos • 1,84 • 73kg
Diferenciado, magistral. O treinador fez sua parte, chamando o craque mais aclamado dos últimos meses. Chegou a hora de Paulo Henrique Ganso corresponder a tamanha expectativa. Mas que não o julguem por uma partida.

EDERSON (Lyon-FRA)
meia • 24 anos • 1,81m • 74kg
Em setembro de 2009, disse ao Trivela que a Seleção era sua meta. Revelado no futebol gaúcho, foi campeão mundial sub-17 em 2003. No Lyon há duas temporadas, soma 11 gols em 93 jogos – três deles nos últimos três amistosos de preparação. A conferir.

CARLOS EDUARDO (Hoffenheim-ALE)
meia • 23 anos • 1,71m • 70kg
Nunca entendi o apreço de Dunga por esse meia habilidoso, que ainda não estourou, exilado que está em seu pacato clube. Mas Mano o conhece bem epoderá explorá-lo mais. Diego, da Juventus, seria melhor opção – sua hora chegará.

ALEXANDRE PATO* (Milan-ITA)
atacante • 20 anos • 1,79m • 71kg
Apesar de ser um jogador de velocidade, reúne as características necessárias para jogar de centroavante: boa colocação, finalização fria e precisa, ótimo cabeceio. A temporada irregular o tirou da Copa, mas agora será difícil tirá-lo do time.

ROBINHO (Santos)
atacante • 26 anos • 1,72m • 66kg
Seu chilique contra a Holanda poderia tê-lo queimado, mas tem bola e idade suficiente para seguir na Seleção. Já parte como a referência para ambientar a molecada na concentração – que maneire, então, nas brincadeiras bestas.

NEYMAR (Santos)
atacante • 18 anos • 1,73m • 60kg
Precisa baixar a bola marqueteira para merecer a confiança de Mano. O entrosamento com os colegas do Santos ajudará bastante nesse início. A exemplo de Ganso, tem a oportunidade de consolidar sua fama de jogador diferenciado.

DIEGO TARDELLI (Atlético Mineiro)
atacante • 25 anos • 1,79, • 72kg
Depois da frustração de ficar fora da lista da Copa, volta à Seleção por sua regularidade – leia-se, gols – com a camisa atleticana. Merece a lembrança pelo momento e depende dele seguir no grupo. Será o novo Fabuloso?

ANDRÉ (Santos)
atacante • 19 anos • 1,84m • 77kg
Em mau momento nos seus últimos jogos pelo Peixe, chega pelo ‘conjunto da obra’ do quarteto ofensivo alvinegro e, claro, como aposta olímpica. Ainda é inconstante e sua vaga deveria ser de Fred, não estivesse contundido.

O asterisco (*) indica os jogadores sugeridos pelo Canhota 10 para 2014, na seção ‘Times imaginários’. Time titular para o próximo amistoso? Poderá ser Victor; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Lucas, Ramires e Ganso; Robinho, Neymar e Pato.

Imagens dos jogadores reproduzidas dos sites oficiais de seus respectivos clubes (Réver ainda no Wolfsburg); foto de destaque da home: Márcia Feitosa/Vipcomm