CANHOTA 10

Coluna da semana: vai começar a Série A-2

Texto publicado na edição de 23 de janeiro de 2012 no jornal BOM DIA Bauru fala da reta final de preparação do Noroeste e lança dúvidas sobre a reinauguração da Panela no dia 9 de fevereiro

Chegou a hora, Norusca

Quarta-feira, em Rio Preto, começa mais uma –  tomara! – subida do ioiô. Chegou a hora de confrontar o curto período de preparação do Noroeste contra os demais times da Série A-2. O clube compensou o atraso no início da pré-temporada com algumas contratações que, pelo menos no papel, têm tudo para dar certo.

O Norusca conta com alicerces em todos os setores. No gol, Nicolas já provou seu valor. Na defesa, mesmo ainda aguardando o experiente zagueiro De Lazzari ter condições de jogo, Marcelinho comanda. A dúvida na qualidade dos laterais será com o campeonato em andamento, mas meio-campo e ataque já estão bem desenhados. O volante Everton Garroni provou que será o xerife, protegendo a zaga e sendo a peça-chave para a mudança de esquema tático durante um jogo – o que comento mais abaixo. Na armação das jogadas, Velicka tem dois acessos no currículo com sua cadenciada canhota. E, no ataque, Boka será o novo Zé Carlos (herói em 2010), sendo referência na área. Rafael Silva, ex-Portuguesa, desponta como provável (e veloz) colega de ataque.

O treinador Amauri Knevitz repetiu a fórmula de outros colegas seus: reuniu atletas com os quais já trabalhou, que conhecem seu padrão de jogo. E não inventou no esquema tático. É precipitado cravar que o time terá condições de brigar por uma das quatro vagas na elite paulista, até pela quantidade de rivais fortes (como São Bernardo, Barueri, América, Santo André, Ferroviária e União São João). Melhor ir por partes: o mais importante, nas primeiras rodadas, é identificar se o Alvirrubro passará longe da zona de rebaixamento.

Tática móvel
Os dois jogos-treino deixaram claras as intenções de Knevitz em relação à forma de jogar do time – tanto observando o posicionamento em campo, quanto pelas entrevistas do treinador, que admitiu a possibilidade de variar do 4-4-2 para o 3-5-2. Basta  Garroni mudar-se da cabeça da área para a sobra dos zagueiros, tornando-se o terceiro defensor. É o esquema ideal para Velicka atuar na esquerda e abrir vaga para Leandro Oliveira no meio. Essa possibilidade, entretanto, mais aparenta insegurança com o lateral-esquerdo Alexandre. O preferido do técnico era Léo Nascimento, contundido. Prefiro o 4-4-2 com Velicka mais à frente. Mesmo que, para isso, o zagueiro canhoto Neto seja improvisado na lateral, apoie menos o ataque e deixe aquele lado para os avanços de Velicka, mais adiantado.

Giovanni lateral
Essa interrogação no lado esquerdo ganhará mais um candidato no início de março, quando Giovanni, que se recupera de cirurgia no joelho, estará pronto para retornar. Ele – que já jogou de volante e meia – disse à coluna preferir atuar na lateral, pois assim jogou com Knevitz em 2010. Em fase final de tratamento, ainda não teve a oportunidade de conversar com o treinador para saber onde pretende utilizá-lo. No último sábado, seu irmão Emerson atuou como titular do Santos no empate com o XV de Piracicaba, jogando exatamente na lateral-esquerda.

De volta à base
Um familiar do atacante Vitor Hugo se manifestou no campo de comentários do Canhota10.com mostrando indignação com o retorno do atleta à equipe sub-20, após participar da pré-temporada com o elenco principal. O Noroeste confirmou à coluna que o jogador retornou à base por opção da comissão técnica. Ele ainda tem idade para disputar o Paulista da categoria e, eventualmente, pode voltar a treinar com o time de cima. O contrato do jogador foi renovado por mais um ano. Segundo o familiar, ele ganha um salário mínimo.

Papo de basquete
Foi linda a festa da torcida na (suposta) última partida do Itabom/Bauru no ginásio da Luso. Agora, a expectativa é que o confronto contra o Flamengo, no próximo dia 9, seja na reformada Panela de Pressão. Alguns servidores municipais, entretanto, ainda se mostram reticentes sobre a data, devido ao volume de reparos que ainda faltam. Hora de correr!

Comentários

  1. NILTON SANTOS disse:

    BH,
    estamos no aguardo de mais um acesso do ECN,espero que com menos sofrimento e com jogadores honrando o nosso Manto Vermelho e branco.

    Que assim seja

    Abraços

    Nilton

  2. Luiz disse:

    Acho que temos grandes chances do time voltar a elite.. por conversar com algumas pessoas ligadas ao clube sei que todos os jogadores tem grandes chances de se destacar, além dos que já vem da base como frança e juninho. Esse ano estou confiante o time esta bom! vamos apoiar!