CANHOTA 10

Carta aberta a Damião Garcia

Coluna da semana fala diretamente com o presidente noroestino, cujo silêncio atrasa preparação do clube para a Série A-2

Texto publicado na edição de 21 de novembro de 2011, no jornal Bom Dia Bauru

Carta para Damião

Senhor Damião, vá descansar. Imagino como esses dias devem estar sendo difíceis. Cogitar romper um compromisso, ainda mais com seu querido Noroeste fora da elite. Mas, fique tranquilo. Ignore essa questão de honra de devolver o time à primeira divisão. O Norusca ainda vai cair e subir muitas vezes. Esse peso não está (só) nas suas costas. Se o senhor pensa que, saindo, fará mal ao Alvirrubro, saiba que seu silêncio é mais danoso. O clube está refém da sua palavra final, do cheque que assina – e que anda chegando cada vez mais atrasado…

Mesmo o mais ferrenho dos seus críticos há de ter sensibilidade com o momento que o senhor atravessa. Não soltará rojões quando se retirar, respeitando seu momento debilitado, desanimado, entristecido. Só o Conselho Deliberativo está fora da realidade, pois só faz rezar por sua permanência, imaginando que seja um garotão de 30 anos cheio de energia.

Os conselheiros se perguntam quem vai encarar o cargo. Mal acostumados com sua gestão mecenas, acham ser atribuição do presidente por a mão no bolso. Isso não está escrito no estatuto que aprovaram. O novo presidente tem que fazer o dinheiro chegar, com boa gestão, criatividade. Dinheiro inclusive seu, se quiser continuar patrocinando o clube com sua Kalunga.

Agora, se o dinheiro não vier, se o empresariado não apostar nesse clube glorioso e centenário, a culpa não é sua. Se o Noroeste acabar, será apenas um desfecho adiado por oito anos, graças à sua atuação. Que não foi brilhante, diga-se. A identidade do time com a cidade é menor, hoje, muito por conta dessa lacuna entre Bauru e São Paulo, por mais que seu helicóptero chegue rapidinho aqui; a Série B do Brasileiro foi só um sonho; a equipe se notabilizou nas últimas temporadas pela falta de garra e comprometimento, o que não deixa de ser reflexo do ambiente externo.

Ainda sobre o dinheiro, que move o futebol: são R$ 12,2 milhões registrados no demonstrativo financeiro do clube, até dezembro passado, devidos ao senhor. Que sempre disse que nunca vai cobrar um centavo de volta. Então, perdoe a dívida de forma oficial, para ela sair do balancete. Será sua última declaração de amor ao Norusca.

Enquanto isso, funcionários noroestinos manifestam insatisfação e preocupação nas redes sociais, porque o pagamento está atrasado. A torcida mais teme a Série A-3 do que sonha com a A-1, pois a menos de dois meses do início do campeonato, não há diretor, nem treinador, nem reforços. Estão todos esperando que o senhor se manifeste.

Se dedicir permanecer, imagino que já encontrou outro braço direito, como era Beto Souza, para ser seu homem de confiança por aqui, pois é sabido que o senhor não tem condições de tocar esse barco. Seus filhos começaram a atuar no clube para agradá-lo, vigiar seu dinheiro, não sei se vão querer seguir seus passos. Fernando virou agente de jogadores e é persona non grata em Bauru; o sonho de Paulo é presidir o Corinthians; resta saber se Beto Garcia encara, mas está muito ocupado com o plano de expansão da rede de varejo que o senhor fundou – ou com a venda dela, especula-se.

Damião, se vier a Bauru nos próximos dias para dizer que está tudo bem, que segue no clube, apresentando diretor, treinador, contratações e disser que está difícil, que ninguém apoia, será apenas mais do mesmo. O que todos querem saber é o que acontecerá no final de fevereiro de 2012, quando termina seu mandato. É exatamente nessa data que penso que o senhor tem que ir descansar. Veja que louvável: montar o elenco e preparar o clube para a transição.

A torcida do Noroeste, hoje, é pequena, mas fiel. Vai acompanhar o time em qualquer divisão. E, claro, agradecer pela sua contribuição, pelos acessos, pela Copinha de 2005 e sobretudo por aquele timaço de 2006. Só que essa gratidão está se desfazendo. Vá descansar logo, antes que ela acabe.

Comentários

  1. Reynaldo disse:

    Valeu Fernando..Parabens pelo texto….Espero que o Damiao leia e compreenda a mensagem para o bem de toda torcida noroestina, pois precisamos seguir em frente a procura de um rumo mais promissor para o clube.

  2. Lucas disse:

    Damião saiu Noroeste faliu.

  3. Diego Dias disse:

    Perfeito Seu Texto Fernando BH, Você retratou tudo que esta acontecendo na realidade do Esporte Clube Noroeste, e todo o desgosto que estamos passando na torcida pelo Clube

  4. Valdecir disse:

    Até onde eu vejo as coisas, Bauru é uma cidade grande, mas que não apóia o seu Clube. Fica sempre os membros da sangue rubro marcando presença e mais ninguém. Não pode ficar nas mãos de um único e abnegado mandatário. Damião Gracia sempre esteve à frente do Noroeste. Quando não era ele, era Claudio Amantini e sempre parece ter sido assim. Não seria o caso de se colocar um jovem para Presidir o Noroeste? Em Lins, o Presiente do Linense é novo e pensa grande, porém, busca apoio de todos os seguimentos da cidade. Em Itápolis, o Claudio Guerra é a mesma coisa. Bauru precisa mudar senão acaba ficando como Araçatuba, Birgui , e Marilia e Prudente. O time acaba. Acorda Bauru.

  5. Mauro Rodrigues disse:

    Sábias palavras BH, o Damião já fez muito para o Noroeste, mas agora ele não faz mais, fica em São Paulo e deixa os filhos tomarem conta do clube, e o que eles fizeram? Isso que está acontecendo com o Noroeste e todos estão vendo, outra ponto importante e dita pelo Valdecir no comentário deste texto, não vê ninguém da cidade se movendo para ajudar o Noroeste, já ouvi dizer muita coisa, mas alguém se mexer que é bom nada. Noroeste sobreviveu quase 100 anos sem Damião Garcia e a Kalunga, e com certeza ira viver outros 100 sem eles também.
    O clube é maior que isso, e se o Damião for esperto e ler essa carta aberta espero que ele se toque, e tome alguma atitude pois ficar sem diretor de futebol, técnico e reforço para a A2 vai ser dose de agüentar.

  6. Manoel Resende disse:

    Boas aos Irmãos Buruenses e Noroestinos.
    Espetacular o texto do Fernando BH.
    Mas espetacular ainda, a comédia que é o nosso Noroeste.
    Escutar este tal Beto Souza, que aliás se diz amigo da família
    e só sai quando quizer do Norusca, é realmente uma piada.
    Quer dizer que quando o Presidente , mais precisa de apoio
    o tal Beto deixa o barco a deriva. E ainda recebe elogios do
    amigo jornalista que recebe notícias em exclusividade e que
    só o criticou em dados momentos, principalmente quando caímos.
    Ou seja se vendeu, para alimentar notícias frescas, para o seu site.
    E agora como fica nosso Norusca, as vésperasdo campeonato iniciar?
    Parabéns Beto Souza, principalmente por nos ter prometido a série D do
    Brasileiro e que não cairíamos para a série A2.
    Realmente voce conseguiu enganar, alguns Bauruenses, Noroestinos e
    o seu presidente que tanta confiança depositou em sua pessoa.
    Vá com Dios e que não se lembre do caminho de volta ,para a nossa e
    querida, linda e amada cidade.
    Manoel

  7. Luiz Vasconcelos disse:

    Sem comentários salários de jogadores e funcinários em atraso e sem data para pagamento!!!
    uma vergonha reapresentação só segunda dia 05/12 o que esperar?

  8. wanderlei janiak disse:

    Materia inteligente. Merece algumas reflexoes. Se assim e, dificil sera acreditar que o Corinthians tera dias de gloria em caso de vitoria de Garcia. A levar em consideracao a camiseta “bolada” pela oposicao corinthiana tem-se nitida percepcao da total falta de imaginacao. Sem imaginacao nao ha marketing. Apostar em cavalo paraguaio nos dias de hoje nao vale a pena. Portanto, o melhor e deixar as coisas como estao pelos lados do Corinthians. E.T. Nao voto. Nao sou filiado a situacao. Nao faco parte da oposicao. Sou corinthiano e penso naquilo que e melhor para o Corinthians. Sei dos erros cometidos pela atual gestao. Tambem sou conhecedor dos acertos. No balanco entre erros e acertos, o fiel (sem trocadilho) da balanca pende para o segundo. Vai Corinthians !