CANHOTA 10

Bastidores do Noroeste

Coluna da semana revela detalhes da preparação alvirrubra para a Copa Paulista


NORUSCA DETALHADO

Texto publicado na edição de 27 de junho de 2011 no jornal Bom Dia Bauru

Tomei um enorme susto ao saber do placar do jogo-treino entre Noroeste e São Carlos, na última sexta-feira (derrota por 3 a 0). Susto porque, como já foi dito neste espaço, no papel o Norusca parte como um dos favoritos à conquista da Copa Paulista. Por outro lado, o momento não é de valorizar tanto resultados e, sim, apostar que os erros cometidos possam ser corrigidos a tempo da estreia, dia 17 de julho, contra o Rio Preto. Lembre-se de que o Alvirrubro ficou invicto na pré-temporada e deu vexame no Paulistão – provavelmente achando que estava tudo certo… Então, devagar com conclusões. No máximo, coloque as barbas de molho – aliás, as de torcedor nunca secam.

O porém do parágrafo anterior se faz necessário justamente porque estive no Complexo Damião Garcia na quinta, véspera desse fatídico amistoso, e tive boas impressões. Preparando-se há um mês e meio, o elenco está aparentemente em boa forma, pela correria que notei em um simples rachão. Outro ponto positivo: o clima é bom, ao contrário do que se soube de meses atrás. A farra com ovos e farinha na comemoração do aniversário de Giovanni é apenas um dos exemplos.

O discurso do treinador Jorge Saran durante entrevista à coluna também é alentador. Ele fez questão de trabalhar com um elenco enxuto. Hoje, são 25 atletas, oito deles da categoria sub-20. Em 2010, essa conta passou de 30… Nos planos está o volante Tales, que por duas vezes contundiu-se seriamente no joelho e está em fase final de recuperação. Saran aposta bastante no jogador, que deixou boa impressão na Copa Paulista do ano passado.

Questionado se pretende mesmo trabalhar no esquema 3-5-2, o técnico disse que é sua tática preferida, ao lado do 4-4-2 nas famosas duas linhas de quatro. Pretende variar esses posicionamentos durante as partidas sem precisar fazer modificações. Por isso a presença de França e Marcelinho, que também atuam como volantes, na formação do trio de zaga.
Saran admite que o objetivo principal é a preparação para a Série A-2, mas acredita que focar o título da Copa Paulista é o melhor caminho para chegar bem em 2012. Afinal, quanto mais avançar de fase, mais o elenco ganhará em competitividade. Apesar de parecer óbvio, esse pensamento sepulta a filosofia do laboratório que de nada serviu para o Noroeste nas últimas temporadas.

No lugar certo
Giovanni foi muito criticado aqui por suas atuações no Paulistão, como meia ofensivo. À coluna, admitiu que prefere vir de trás com a bola a atuar de costas para o gol. Ao ser consultado por Saran, ele escolheu jogar de segundo volante, pela esquerda, a partir de agora. A armação das jogadas ficará por conta de Altair, que mal apareceu no Paulistão, mas tem demonstrado muita vontade nos treinamentos, segundo o treinador.

Calibrados
Os homens da bola parada dão uma esticada no treino para afinar a pontaria. Os canhotos Altair e Gustavo Henrique são os principais cobradores de falta. Mas os destros Juninho e Felipe Barreto, a princípio resevas, também podem exercer a função. Felipe, aliás, foi quem se deu melhor no treino que vi. Nos pênaltis, a dupla de atacantes Adílson e Anderson Cavalo divide a responsabilidade, mas o cobrador oficial ainda não foi divulgado – ambos batem na pancada.

De molho
Surgiram questionamentos sobre a ausência do atacante Diego dos dois últimos jogos-treino. A estranheza se deve à aposta do clube no jogador, um dos que se salvaram da má campanha no Paulistão. Na verdade, o cabeludo vem aprimorando a forma física – afinal, sofria frequentes cãibras nas partidas. Melhor poupar agora, mas creio que, quando voltar, começa no banco.
Atualizado (29/6): na verdade, como foi revelado no Jornada Esportiva, o atacante Diego está se transferindo para o futebol europeu.

Meta
O atacante Anderson Cavalo revelou à coluna sua meta de gols com a camisa noroestina. Ele diz que costuma projetar 14 gols a cada 20 jogos. Ambicioso e confiante, Cavalo (que é natural de Lins) prefere atuar fixo na área, enquanto Adílson busca mais o jogo – ambos são canhotos.

Comentários

  1. Pois é BH, independente dos resultados dos jogos treinos não tenho o mesmo otimismo em afirmar que o Noroeste é favorito na Copinha. Aliás não sou nem tão otimista, mas também não estou no campo dos pessimistas ao extremo. Acho que o campeonato será importante para se observar os bons valores, principalmente existentes na equipe sub-20, que é muito boa por sinal. Temos que lembrar que saímos de um rebaixamento e estamos recomeçando um trabalho. Acho prematuro por todos nós intitularmos um favoritismo ou não a equipe nesta próxima competição. Em relação aos bastidores, o Noroeste tem camuflado demais as informações. E elas surgem, independente do clube esconder ou não. Por exemplo, a não escalação do Diego se deve a uma eventual negociação com o futebol europeu. E isso fiquei sabendo por duas fontes fora do clube. Hoje o Martins trouxe a informação na RM e você sabia a algum tempo que os salários começaram a atrasar. Seria importante um esclarecimento sobre estes assuntos do Beto Souza aos veículos de imprensa. Abraços e parabéns pelo site, cada vez mais interessante.