CANHOTA 10

Paschoalotto/Bauru, novo elenco (4)

Esqueça LEROY HICKERSON. Sigo repetindo isso. Sua pedida salarial é maior do que o que Larry Taylor ganha. Tanto que o nome minguou nas especulações e apareceu um colega seu de time (o Bucaneros de La Guaira, da Venezuela), o ala SEKETOURE HENRY (citado por Guerrinha aos jornais nesta semana). Aliás, será normal serem levantados nomes que disputaram a Liga das Américas contra o Itabom/Bauru – pois os contatos são sempre feitos nessas ocasiões. Então, entram na lista de especulações ainda jogadores como o venezuelano EMILIO TABOADA (também do Bucaneros) ou o norte-americano WASHAM, do Obras Sanitarias.

Janis Porzingis

E não para por aí. Mas, calma, gente. Tudo isso é um leque, a diretoria certamente tem uma lista grande, para sondar. Vão rolando as negativas até chegar ao nome certo. Nessa, voltou a ser falado o nome do letão JANIS PORZINGIS, que em 2011 foi cogitado, mas não havia tempo hábil para as burocracias diplomáticas – confira vídeo com seu desempenho nesse post que publiquei após a possibilidade do ano passado. O treinador também falou em um ala sérvio, sem citar nome.

Enfim, o certo é que a diretoria está atrás de um estrangeiro (pontuador) para a posição 3. O ala-pivô será brasileiro (DRUDI na frente) e o ala-armador, provavelmente jovem. Se não for RICARDO FISCHER (mais valorizado depois do convite de Magnano), pode pintar HENRIQUE COELHO, que saiu de Uberlândia (informação do Jornada Esportiva).

Por fim, o pivô MOSSO está no aguardo de um desfecho sobre sua permanência. Pela torcida, ele fica. Pela diretoria, idem. Falta o aval de Guerrinha.

A verdade é que há tempo para trabalhar nomes com calma, ser certeiro nos reforços e montar um elenco forte.