CANHOTA 10

Parabéns, Gui!

Ele merece. Ô moleque bom, guerreiro, humilde. Melhor: estava solto, desencanado, divertindo-se com seu amigo Larry Taylor – outro boleirão, curtindo a festa, e humilde e solícito ao ajudar o jovem Gui, o Guilherme Deodato, a ser o campeão do desafio de enterradas do Jogo das Estrelas do NBB4.

Evento simpático, com casa cheia, entusiasmo, semblantes alegres entre os atletas. Se há algo de bom no basquete brasileiro, é a vontade da Liga Nacional de Basquete em acertar. Falta muito, mas a LNB faz o que nunca foi feito, tem visão estratégica, paga preço alto por insistir na exclusividade global, mas é inevitável que colha frutos – um Tiago Leifert e uma transmissão ao vivo para todo o Brasil têm um impacto imensurável.

Pena Larry ter disputado o desafio de habilidades com certo desdém, enquanto Penna e Fúlvio voaram em poucos segundos na bela disputa. Pena maior ver o bicampeão Fischer fora da final do desafio de três pontos, mas foi legal ver o francano Helinho levantar a galera.

Aproveito para mandar um recado para o empresariado: percebam a exposição midiática da marca Itabom nesses dias! Na capa do GloboEsporte.com, com Larry, Jeff e Fischer entre os destaques do Jogo das Estrelas. Transmissão ao vivo de quase duas horas no Sportv, com jogadores do Bauru/Basket em todos os desafios – e um deles campeão! Reprise dos vencedores amanhã cedo, na transmissão ao vivo da TV Globo para milhares e milhares de brasileiros, além do jogaço que, ano passado, teve Larry fazendo a bela enterrada no lance final da partida, para encerrar com chave de ouro.

Bauru está lá, no evento dos melhores do campeonato, com cinco representantes (Guerrinha, Gui, Larry, Jeff e Fischer). Só os donos da casa, Franca, devem ter mais – preguiça de contar à uma da manhã… É como eu sempre digo: esse time, esse Itabom/Bauru Basketball Team, é um barato!!!