CANHOTA 10

Melhores do NBB4: Gui, do Bauru Basket, leva dois troféus

Na noite dessa terça-feira (6/6), a Liga Nacional de Basquete premiou os melhores da edição 2011/2012. E o ala GUI DEOATO, do Itabom/Bauru, levou dois troféus para casa: revelação e jogador que mais evoluiu.

Conforme comentei em outro post, não concordo com o prêmio de revelação, pois Gui já havia concorrido na temporada passada – então já não era novidade e, sim, realidade, tanto que seu prêmio de evolução foi merecidíssimo. De qualquer forma, é uma ótima notícia para o Bauru Basket, uma despedida de gala da marca Itabom. Vale mencionar que Larry Taylor concorreu como armador (já ganhou duas vezes, dessa vez deu Fúlvio), Jeff Agba como pivô e Guerrinha como técnico.

O pivô Murilo foi o grande destaque da noite. A nota triste da festa foi a ausência de representantes do Flamengo. Ô time marrento! Já não basta passar vergonha em querer, ao processar Ronaldinho, camuflar sua incompetência administrativa…

Abaixo, os melhores do NBB4:

Seleção do campeonato:
Armador: Fúlvio (São José)
Alas: Alex (Brasília) e Marquinhos (Pinheiros)
Pivôs: Guilherme Giovannoni (Brasília) e Murilo (São José)

Prêmios técnicos:
Cestinha: Murilo (São José)
Assistente: Fúlvio (São José)
Reboteiro: Murilo (São José)
Defensor: Alex (Brasília)

Revelação:
 Gui Deodato (Bauru)
Jogador que mais evoluiu: Gui Deodato (Bauru)
Técnico: Régis Marrelli (São José)
Jogador mais valioso:
Murilo (São José)
Melhor defesa:
 Pinheiros
Melhor ataque: Flamengo
Fair play: Uberlândia
Árbitro Revelação – Diego Chiconato
Melhor trio de arbitragem: Carlos Renato dos Santos, Sérgio de Jesus Pacheco e Fernando Serpa Oliveira
Árbitro Destaque: Cristiano Maranho
Árbitro homenageado: Antônio Carlos Afinni

Comentários

  1. André Luiz Pinto disse:

    Merecido reconhecimento do belo trabalho desenvolvido pelo Gui, que evolui a cada temporada! Que continue na mesma ascendência e aproveite as oportunidades, tomando cuidado para não ser seduzido por “atalhos” que alguns espertinhos sempre oferecem!
    Quanto ao Flamengo, nada me surpreende partindo deste time!
    E homenagear o Maranho como árbitro destaque, melhor seria o vaidosão do ano, chega a ser um tapa na cara! E se continuarem colocando microfones nestas “crianças” as transmissões deveriam passar a ser chamadas de remakes dos três patetas!!!