CANHOTA 10

Itabom/Bauru a uma vitória das quartas

Em sua primeira partida de playoff na reformada Panela de Pressão, o Itabom/Bauru venceu a Liga Sorocabana por 83 a 71 e abriu 2 a 0 na série de oitavas de final do NBB4. Foi um jogo equilibrado no primeiro tempo (48 a 41), seguido de um apagão bauruense no terceiro quarto (13 a 21) e uma acordada e tanto no período final (22 a 9).

“Para sexta, temos que mostrar o jogo de hoje. Eles vieram sem mais responsabilidade do que lá, hoje estavam relaxados e deixaram a LSB gostar do jogo. Jogar em casa pode atrapalhar se não se dedicar ao jogo. Felizmente o time se dedicou no último quarto. O placar não reflete o jogo.Temos tudo para fechar a série, mas a gente tem que, além de ganhar, levar alguma coisa para o próximo jogo, para a próximo série”, comentou Guerrinha, em fase paz e amor. “Chegou uma hora que até parei de brigar, porque é tudo Pelé aqui… Hoje todos levam para o lado pessoal”, lamenta o treinador, que deu excelente definição para o astro Larry Taylor:

“O Larry não é Alienígena, o diferente: ele é o certo!”, enfatizou Jorge Gerra sobre a necessidade de Larry ser tratado não como exceção, mas como exemplo – em entrevista ao repórter João Paulo Benini, do Jornada Esportiva.

A comemorar, a atuação de Fischer em seu segundo jogo depois do retorno da contusão séria no dedo mínimo esquerdo (17 pontos, cestinha do jogo). Jeff Agba fez duplo-duplo com 15 pontos e 10 rebotes, Larry fez 14 pontos e 7 assistências. Interessante é a atuação de Gaúcho, no estilo coelho de maratona: dá o gás no primeiro quarto, puxa a pontuação, depois desacelera. Importante, enfim.

A lamentar, a confusão entre um torcedor e o jogador Trepagnier, da LSB. Obviamente o empurrão do jogador é condenável, ele precisa estar imune a provocações. Por outro lado, corneta de torcedor tem que cessar após o zerar do cronômetro. Aí é hora de trocar ideia, tirar foto. O torcedor do basquete tem o privilégio de entrar na quadra no pós-jogo, interagir – que saiba fazer bom uso disso.

Na próxima sexta, hora de fechar a série em 3 a 0 e ter um ótimo tempo de descanso e preparação para, provavelmente, enfrentar Brasília somente no mês de maio, pois os candangos disputarão o Final Four da Liga das Américas entre 27 e 29 de abril.