CANHOTA 10

Bauru 1, Flamengo 2

Marcelinho é marcado por Renato na Arena HSBC novamente vazia... Foto de Leandra Benjamin/Fla Imagem/NBB (inclusive home)

Com desfalque de Jeff, guerreiros novamente dificultam vitória do Flamengo em casa

Com Jeff Agba suspenso e Douglas Nunes jogando no sacrifício, o Itabom/Bauru se superou. Teve atuação melhor do que a do jogo 2 e, faltando menos de um minuto para o final da partida, estava no páreo. Mas, novamente deu Flamengo (79 a 73). Agora, os bauruenses precisam ganhar em casa na sexta (29/4, 20h30) para forçar o quinto jogo, domingo, no Rio de Janeiro.

Ao contrário de ontem, quando foi citado por Guerrinha como um dos que não renderam (ao lado de Alex, novamente discreto), o ala Fischer foi o cestinha da partida, com 24 pontos. Destaque, entretanto, foi novamente o raçudo Pilar, com 14 pontos, sete rebotes e recorde de bolas roubadas na história dos playoffs do NBB (seis).

Menção mais do que honrosa para Douglas Nunes, que atuou no sacrifício, com dores. Ele foi importante, na ausência de Jeff, nos rebotes (pegou nove). “Ainda estou com dores. não estou cem por cento, mas acho que ajudei um pouco a equipe. Em Bauru, não tem pressão para o nosso lado, a pressão é deles, pois nós já ganhamos lá”, falou o camisa 13 ao repórter Thiago Navarro, do Jornada Esportiva.

Transcrevi outras declarações ao Jornada (outro grande trabalho dos colegas!). Confira:

Fischer
“Foi uma bela partida, digna de playoff. O time deles tem muita qualidade, o Hélio fez uma bela partida, foi o diferencial. Fosse em Bauru, teríamos vencido. Não tem jeito, temos que ganhar uma no Rio. Mas não está nada acabado, vamos focar na sexta.”

Hélio, armador do Flamengo
“Fomos mal nos três minutos finais, ontem foi no quarto inteiro. A tendência é reduzir esse mal momento no jogo, que sempre acontece. A torcida lá em Bauru pressiona, é um dos poucos lugares em que não temos torcida. Mas estamos focados e temos chances de vencer lá.”

Larry Taylor
“Erramos muitas bolas que normalmente fazemos. Agora é nossa vez, vencer sexta para voltar para o quinto jogo.”

Guerrinha
“Hoje foi um jogo mais equilibrado, do começo ao fim. A equipe fez uma partida de superação incrivel, com a falta do Jeff e o Douglas no sacrifício. A arbitragem foi ótima hoje, só errou uma bola, normal.T emos que fazer o fator casa sobre uma equipe fortíssima. Vamos fazer a festa em Bauru e voltar ao Rio, se Deus quiser. Em casa, somos mais fortes, a equipe vai jogar melhor. Se nossa bola de três cai hoje, teríamos vencido o jogo.”