Saída de Barrios obriga Bauru a buscar um novo ala-pivô

Foi um balde de água fria… O Paschoalotto Bauru anunciou na manhã desta sexta o desligamento do ala-pivô Fabian Barrios. O atleta argentino pediu para ficar perto da família, por conta do estado de saúde de seu pai. A diretoria fez uma rescisão amigável para o jogador poder acertar com algum clube de seu país que seja próximo de sua cidade, Corrientes.

“Hoje é um dia muito triste para mim. Por questões pessoais, não poderei continuar no clube que me deu tudo e que me permitiu conhecer pessoas maravilhosas que cuidaram de mim e de minha família. Só tenho palavras de agradecimento aos companheiros de equipe, comissão técnica, dirigentes e principalmente aos torcedores que me apoiaram sempre. Bauru será sempre minha casa e se um dia voltar a jogar no Brasil, será em Bauru. Até logo, minha família. Obrigado por tudo”, manifestou-se Barrios, via assessoria.

Monstro em playoffs, dono de uma bandeja linda, o raçudo jogador vai fazer muita falta. Seu choro em entrevista após a conquista do Campeonato Paulista resume seu envolvimento e comprometimento com o Dragão. Mas a vida prega peças. Que volte, um dia. Saiu de portas escancaradas.

REPOSIÇÃO
Barrios seria peça fundamental na nova temporada. Se Rafael for confirmado no Mundial, ele seria titular na posição 4 no Paulista, formando garrafão com Murilo. Agora, além da possível ausência de Hetts na Seleção e Wesley Sena fora até dezembro, contundido, o garrafão ficaria apenas com Murilo e Mathias. Mesmo com o pivô que veio do Málaga, são poucas peças.

Diante disso, é certo que o Paschoalotto Bauru vai atrás de um novo ala-pivô. E a tendência é que seja alguém que esteja no mercado brasileiro. A conferir.

E que tudo corra bem com Barrios nessa nova fase. Valeu, Boludo!

É certo que ainda haverá, aqui no Canhota, um post dedicado ao argentino, contando sua trajetória curta, mas marcante, em Bauru.

Foto: Caio Casagrande/Bauru Basket

(Boludo é como Fabian era carinhosamente chamado pelos colegas de elenco)