CANHOTA 10

Arena ABDA coloca Bauru no mapa mundial dos esportes aquáticos

arena-abda-bauru-1

abda-retrancaA inauguração estava prevista para este 1 de agosto, aniversário de Bauru, afinal, a Arena ABDA é um grande presente para a cidade. Mas, como já nasceu referência, o espaço está recebendo neste momento as seleções masculina e feminina de polo aquático da Hungria, e também a feminina brasileira, na reta final de preparação para a Olimpíada do Rio de Janeiro. Sendo assim, a inauguração oficial ocorrerá no próximo dia 6, às 10h.

Mas o que é e o que representa este novo espaço da cidade? Vamos lá.

PROJETO FUTURO
A Arena ABDA é a cereja do bolo de um projeto que nasceu em outubro de 2010, o Projeto Futuro, idealizado pelo empresário Claudio Zopone. Apaixonado por esportes, principalmente pelo polo aquático, ele encontrou na modalidade uma ferramenta para impulsionar seu projeto social, que começou com algumas dezenas de crianças nas piscinas da extinta sede urbana do Bauru Tênis Clube e hoje ocupa outros aparelhos esportivos da cidade, em parceria com diversas instituições, alcançando mais de 2.500 crianças e adolescentes. Além do polo, veio a natação e, mais tarde, o atletismo. A iniciativa nas pistas foi de seu irmão, Júnior Zopone, que conta no projeto com a sabedoria de ninguém menos do que o lendário Cabo Alcides.

Arena ABDA tem arquibancada para pelo menos 300 espectadores

Arena ABDA tem arquibancada para pelo menos 300 espectadores

“Sempre gostei de colaborar, melhorar a vida das pessoas. Mas de todas as maneiras que tentei fazer inclusão social, nunca consegui chegar no objetivo que queria. Daí veio o propósito de montar um projeto próprio, usando o esporte como ferramenta. O grande objetivo é que as crianças tenham uma capacitação escolar melhor, tenham sonhos, elevem a autoestima e consigam enfrentar as dificuldades de uma maneira mais positiva”, explica Claudio Zopone.

Com foco na inclusão, o alto rendimento esportivo nem passava pela cabeça dos idealizadores num primeiro momento. Mas boas sementes estão gerando frutos campeões. Para ficar em apenas alguns dos muitos exemplos, a ABDA, hoje, é a base das categorias menores das seleções brasileiras de polo aquático; suas equipes acumulam conquistas em âmbito estadual e nacional; seus nadadores colecionam medalhas e índices desde o infantil a modalidades paralímpicas; o atletismo chegou ao auge de um título mundial escolar, com Cleverson Junior, nos 400m rasos. Não há uma semana que a ABDA não traga para a cidade uma notícia de conquista.

Maquinário que garante controle automático de temperatura e qualidade da água

Maquinário que garante controle automático de temperatura e qualidade da água

EXCELÊNCIA
Com iniciativa 100% privada, a Arena ABDA fica dentro da Sociedade Hípica de Bauru, no Jardim Terra Branca, ocupando uma área de cerca de 10 mil metros quadrados. Projetada pela arquiteta Artemis Fontana, a obra tem três fases. A primeira, esta entregue agora, ocupa metade dessa área e inclui piscina olímpica coberta (com arquibancadas), com complexo de vestiários. A segunda fase, prevista para o segundo semestre de 2017, trará outra piscina (descoberta) e mais um complexo de vestiários. Até o fim de 2018, será entregue a etapa final, com centro administrativo, academia e refeitório.

Vestiários: padrão internacional

Vestiários: padrão internacional

A estrutura foi montada atendendo a padrões internacionais, seguindo os requisitos da Fina (Federação Internacional de Natação). “O projeto foi pensando na funcionalidade e numa estética que agregasse um custo razoável, pois o essencial é ter uma infraestrutura para o projeto social ser viável. A estrutura administrativa e os vestiários podem ser homologados na Fina, a piscina é padrão, regulamentada, as salas de arbitragem também. Conseguiremos receber eventos internacionais”, destaca o coordenador da obra, Guilherme Quadros.

Imagem 3D mostra como ficará a Arena com as três fases concluídas

Imagem 3D mostra como ficará a Arena com as três fases concluídas. Imagem: Reprodução

LEGADO
O espaço, sem dúvida, irá colocar Bauru no mapa mundial dos esportes aquáticos. No polo, já se pode afirmar que já somos a capital das categorias de base dessa modalidade. Além da Arena, a ABDA deu significado à caríssima pista de atletismo do Milagrão, construída para os Jogos Abertos de 2012 e antes condenada a elefante branco. É impossível não se encantar pelo Projeto Futuro, uma iniciativa referência. O vídeo abaixo ajuda a entender mais um pouco dessa dimensão. Parabéns, ABDA. Os bauruenses agradecem.

 

Fotos: Fernando BH/Canhota 10; foto topo: Divulgacão ABDA